As vezes determinamos pessoas como nossos alvos, só queremos tê-las por um momento. Não acreditamos em nossos corações, não cremos em sentimentos. Mas então o destino nos surpreende, o coração acelera, as mãos ficam suadas e o que antes era a linha de chegada, faz parte do percurso, é o percurso, é cada obstáculo que fazemos questão de tropeçar. Levantar e caminhar em uma direção qualquer, pois já perdemos a noção de onde partimos e para onde estávamos indo.

07/11/2011

Anúncios