Em outubro de 2015, aproveitei o feriado e fui pro Rio! E ele continua lindo!!! Um calor do agreste, principalmente na Baixada Fluminense que é onde minha amiga mora! Mas é aquele ditado né: “Rio 40ºC todo mundo paga um sapo e o trânsito é um inferno”.

“Amiga, domingo de manhã a gente vai fazer uma trilha. tá?”

“Claro, amiga, adoro trilha, sou super da natureza, caminhar por entre as árvores, topo! Quero!”

Acordamos cedo no domingo, encontramos uns amigos no caminho e fomos! Foi a primeira vez que passei pela famosa Ponte Rio-Niterói. É muito mais bonito ver a ponte do que passar por ela, mas não deixou de ser uma nova experiência!

Achei Niterói bonita, pelo menos por onde passamos, e pelo fato de ser domingo né? Não sei se o trânsito por lá é louco que nem na capital, espero que não. Chegamos na Praia do Itacoatiara, que fica na Serra da Tiririca, estacionamos e andamos um tantinho até o canto da praia onde é o início da trilha, lá encontramos maaaaais amigos dos amigos da minha amiga. Galera super do bem, e acostumados com trilhas, já eu…

A área da trilha é monitorada, com horário para abrir e fechar.

IMG_20151011_081550370.jpg

Começamos! Exatamente como eu esperava, um caminho estreito, chão de terra, árvores ao redor, algumas raízes servindo de escada, acho que foi uns 15 minutos nesse esquema, quando finalmente começa a subida EM PEDRA, isso mesmo, nem uma árvore pra se apoiar, só uma pedra íngreme e sua força de vontade! Uma grande pedra lisa, com poucas saliências pra você se apoiar.

“Não põe a mão no chão! Anda na ponta do pé e projeta o corpo pra frente”

Disse um amigo.

Eu fiquei lá, parecendo o Homem Aranha descobrindo que não poderia mais escalar. Juro! Achei que fosse viver ali e naquela posição, eu não conseguia descer, não conseguia subir. Aline e eu, empacadas e maravilhosas. Era um tal de vai que eu vou, vai você, você consegue, vamos juntas. Não lembro quem conseguiu primeiro, mas nós duas fomos, depois de uns 15 minutos empacadas vendo muitas pessoas passarem por nós. Aquele mix de vergonha, suor e orgulho escorrendo juntos. Mas subimos, conseguimos e super valeu a pena!

img_20151011_083946829

IMG_20151011_084732011_TOP.jpg

IMG_20151011_095951551_TOP.jpg

IMG_20151011_095016999_HDR.jpg

Além da vista deslumbrante que tive da praia, fiquei encantada com a vegetação do local, cactus nascendo por entre as pedras! Sério, fiquei de cara, achei maravilhoso!

Existem outras trilhas de pois dessa, não sei bem quais, mas algumas exigem equipamento de rapel e tudo. Fiquei com aquela vontade de voltar e fazer todas! Claro que com um preparo físico mais adequado pra não empacar que nem gato que sobe em árvore e não sabe descer… E falando em descer, tive vontade de rolar pra descer, porque sinceramente foi tão complicado quanto subir, vários trechos descendo de bunda.

Depois disso ainda pegamos uma praia, mas não tive coragem de entrar no mar, muuuitas ondas mesmo, e ainda apareceu um ator global por lá e criou maior muvuca na beira da água! Creim!

Anúncios