Eu estava sentada numa lanchonete com a Adriana Esteves, ela estava com o cabelo chanel, assim como sua personagem Catarina em O Cravo e a Rosa, porém com um Undercut (lateral da cabeça raspada), ela estava se queixando, pois estava sofrendo preconceito por conta do corte, estavam dizendo que ela era lésbica. Enquanto conversávamos, notamos que tinha um avião sem asa voando muito lentamente e relativamente baixo. Ele se parecia muito com os aviões da TAM, branco com o ‘rabo’ vermelho, porém sem asas, e ele aparentava um Jumbo antigo, talvez fosse uma mistura de dirigível com avião. Então esse avião começou a voar em círculos e cada vez mais baixo, ele estava sobrevoando um parque de diversões, o parque já estava desmontado, o único brinquedo que ainda estava lá era um escorregador inflável. Depois de voar fazendo círculos, ele parou no ar, virado em direção a um matagal que ficava atrás do terreno do parquinho, o piloto abriu a porta e saiu montado numa moto e pulou no escorregador, depois que o piloto deixou o avião ele continuou voando em linha reta e explodiu no matagal. Adriana e eu ficávamos assustadas.

De repente eu estava em um culto ao ar livre, sentada num chão de pedras, com várias pessoas lá, então o Pastor pediu que abríssemos a Bíblia no livro de Edção, só que ele pronunciava Edson, então eu zoava ele e dizia “que livro é esse? Edson?” Então ele me dizia: “Fica depois de Salmos e Provérbios. Eu abri minha Bíblia e achei o livro de Edção e também o livro de Esgrulhos.

26/09/2016

Anúncios